Para quem quer iniciar um estilo de vida mais amigo do ambiente, sustentável e de combate ao desperdício, há dois livros portugueses que devem servir como base elementar de conhecimento. Neste contexto, um é o livro “Lixo Zero” de Ana Milhazes e o outro é o livro “Desafio Zero” de Eunice Maia, a conhecida cara por trás da marca Maria Granel. Este segundo é o mote para o artigo de hoje, que, como guia prático que é nos ensina com bases práticas concretas o “desafio zero” da Maria Granel.

DETALHES DO ANEXO Desafio-lixo-zero-livro-maria-granel-blogue-portugues-de-sustentabilidade-e-combate-ao-desperdicio-terra-chama-telma-telma-henriques-ribeiro

Livro “Desafio Zero” da Maria Granel

       A Eunice Maia, conhecida cara por trás da marca Maria Granel, escreveu o livro “Desafio Zero – Guia Prático de Redução de Desperdício” sobre a usa evolução para uma vida com menos lixo e desperdício, num estilo de vida mais sustentável. Neste sentido, neste livro dá-nos exemplos concretos de escolhas práticas que podemos fazer no nosso dia-a-dia para ter uma vida mais consciente. Assim, ao lermos percebemos as dificuldades que podemos encontrar ao escolher uma vida mais sustentável. Por outro lado, também entendemos que escolher opções mais amigas do ambiente também pode ser muito fácil. Além disso, se numa perspectiva de pouparmos o meio ambiente, ainda pouparmos a carteira, melhor ainda, não é?!

 

Sinopse:

       Este livro é um testemunho escrito na primeira pessoa sobre uma vida mais sustentável. Trata-se de um guia prático, com a partilha de dicas, receitas, sugestões. Por um lado, é um livro que começa com partilhas do que podemos mudar dentro de casa (incluindo a organização do nosso frigorífico e da despensa, para não estragar comida; receitas com desperdício zero; receitas de detergentes e de cosmética caseira, entre outros). Por outro lado também nos ensina dicas para exterior (nomeadamente um guia para a realização de eventos sem desperdício; um kit de sobrevivência fora de casa ou mesmo sugestões para uma escola lixo zero).

       No entanto, não é uma obra sobre o que podes fazer em prole do meio ambiente, com fantasias e floreados. Ao invés disso, descreve-nos a realidade que viveu, as dificuldades que encontrou no seu caminho, as frustrações e eco-ansiedades, da mesma forma que partilha vitórias que revigoram a esperança e optimismo que todos deveríamos ter, por um mundo melhor. Enfim, um livro útil, daqueles que devemos ter sempre à mão para consultar as vezes que forem necessárias.

 

DETALHES DO ANEXO Desafio-lixo-zero-livro-maria-granel-blogue-portugues-de-sustentabilidade-e-combate-ao-desperdicio-terra-chama-telma-telma-henriques-ribeiro

Sobre a autora Eunice Maia:

       Em 2015 fundou a Maria Granel, a primeira loja desperdício zero e mercearia biológica a granel, em Portugal. Neste contexto, importa referir que foi uma pioneira no tema desperdício zero no nosso país, tanto no que concerne ao consumo, como ao próprio estilo de vida. Por seu turno, actualmente, esse projecto que lançou com o seu marido, é muito mais do que uma loja – é uma missão. Uma missão de sensibilizar a comunidade para o impacto negativo do plástico, através de palestras, consultorias, workshops, conversas e vários outros eventos com convidados tanto nacionais, como internacionais, apresentando alternativas sustentáveis para a redução do desperdício. Uma pessoa inspiradora, sem dúvida.

 

       Em suma, Eunice Maia, não se limita a mostrar números e a falar em voz grossa da catástrofe do impacte do plástico ou do desperdício. Ao invés disso, mostra que existem alternativas e soluções para as problemáticas existentes. Ao invés disso, escolhe informar. Aliás, como a própria refere: “… é preciso mostrar que as soluções e as alternativas já existem. E que a revolução começa em cada um de nós”. Isto é, fala-nos, sem medos ou rodeios, dos pequenos passos que todos podemos adoptar, que geram as grandes mudanças que queremos ver no mundo. Recomendo vivamente que leiam este livro.

 

Terra Chama Telma + blogue português sobre sustentabilidade e combate ao desperdício

Se gostaste do artigo, segue as redes sociais: facebook e instagram.
E claro, caso queiras ler mais, então não te esqueças de partilhar o artigo e/ou comentar com a tua opinião.
Recomendo que leias também: