Eu adoro pizza, mas acabo por me cansar da base que, normalmente, enche demasiado. Por outro lado, gosto de variar e de adaptar receitas. Além disso, adoro receitas caseiras e não gosto de comprar a base da pizza, porque é um desperdício da embalagem de plástico em que costuma vir. Neste sentido, tínhamos batata doce há já algum tempo em casa, e já se estava quase a estragar, por isso resolvi arriscar: Pizza com base de Batata Doce, é a minha sugestão de hoje!

Pizza com base de Batata Doce + molho de tomate + receita + blogue português + sustentabilidade + combate ao desperdício + terra chama telma + Telma Henriques

Pizza com base de Batata Doce

Ingredientes:

  • 150gr batata doce;
  • 100gr flocos de aveia;
  • 1 ovo;
  • 2 c. (sopa) de azeite;
  • 1 c. (chá) de sal;
  • noz moscada q.b.;
  • Molho de tomate (ler a sugestão abaixo!);
  • 100gr de queijo da ilha;
  • 100gr burrata;
  • 3 cogumelos frescos.

Pizza com base de Batata Doce + molho de tomate + receita + blogue português + sustentabilidade + combate ao desperdício + terra chama telma + Telma Henriques

Modo de Preparação:

       Primeiro começa-se por cortar em pedaços a batata doce que se coloca num liquidificador, juntamente com os flocos de aveia, o ovo, o azeite e os temperos. Em seguida, o resultado disto coloca-se num tabuleiro a formar uma base de pizza (preferencialmente em cima de papel vegetal), e vai ao forno por 180ºC por 20 minutos ou até alourar. Depois retira-se o tabuleiro do forno e vira-se ao contrário a massa, para verificar se está com cor de ambos os lados ou se precisa de voltar ao forno do lado oposto. Quando a massa estiver pronta, adiciona-se o molho de tomate, o queijo da ilha ralado, o queijo burrata em pedaços, bem como os cogumelos fatiados e volta ao forno por 180ºC por 20 minutos ou até alourar e está pronto a servir! Bom apetite!

Pizza com base de Batata Doce + molho de tomate + receita + blogue português + sustentabilidade + combate ao desperdício + terra chama telma + Telma Henriques

Dicas & Sugestões:

       Para evitar adquirir os molhos de tomate cheios de corantes e conservantes que vêm em latas ou frascos e geram desperdício, tenho uma dica/ sugestão a dar: Façam o vosso próprio molho de tomate em casa! E não, não vai acabar a validade rápido e estragar-se. Não, não vai ser pouco prático, pelo contrário.

       Sigam o conselho: Fazem o molho de tomate, colocam em pequenas formas e levam ao congelador. Em seguida, quando congelado (2h mais ou menos), removem das pequenas formas e colocam num stasher (um saco de silicone) e vão usando consoante necessário. Assim, fazem esta tarefa uma vez ao mês e sabem sempre o que contém o molho de tomate que usam, sem desperdícios. Além disso, podem usar os pés dos coentros e salsa bem picados que depois de triturados ficam muito bem no molho, dão sabor e não se nota a textura usada. Por exemplo, no caso da pizza, devem aquecer num tacho, mexendo até estar na forma líquida para então depois colocar por cima da base. Bons cozinhados!

Terra Chama Telma + blogue português sobre sustentabilidade e combate ao desperdício

Se gostaste do artigo, segue as redes sociais: facebook e instagram.
E claro, caso queiras ler mais, então não te esqueças de partilhar o artigo e/ou comentar com a tua opinião.
Recomendo que leias também: