Foi o meu marido que me ofereceu a Bimby, que carinhosamente chamamos de Bimba. Gostaria de dizer que foi um bom gasto, mas não posso… Não posso usar o passado nesta frase, já que anda estamos e estaremos a pagá-la nos próximos anos. Mas informo com absolutas certezas de que é um bom gasto. Muitas vezes, entre as conversas surge a questão “compensa mesmo usar uma bimby?” ou “usar uma bimby é mais sustentável?” e eu respondo positivo a ambas. Neste artigo vou explicar toda a minha opinião.

 Usar uma bimby é mais sustentável + o robot de cozinha mais sustentável + blogue português de sustentabilidade e combate ao desperdício + Terra Chama Telma + Telma Henriques Ribeiro

Usar uma bimby é mais sustentável?

       Usar uma bimby é uma escolha muito mais sustentável para cozinhar e vou explicar vários argumentos que considero pertinentes para justificar esta minha visão sobre este assunto. Ora vamos lá, a bimby:

  • Substitui vários utensílios num só robot de cozinha.

       Ora pensemos assim por alto, ao termos uma bimby deixamos de precisar de trituradora, de liquidificadora, chaleira, batedeira, varinha mágica – tudo máquinas que todos costumamos ter nas nossas cozinhas. Por outro lado há quem tenha também iogurteiras, máquinas para fazer gelados ou para fazer arroz, por exemplo, que também deixam de ser necessárias. À parte disso, quem usa uma bimby precisa muito pouco de tachos, panelas, frigideiras e wooks. As únicas coisas que passam a ser úteis são a bimby, a fritadeira, o forno e tabuleiros, portanto envolve muito menos utensílios.

  • Tem menor gasto energético, logo é mais sustentável.

       Pensando no consumo energético dos bicos do fogão que é sensivelmente entre 1800 e 4000W de potência, a bimby normalmente é 1500W. Por aqui já podemos perceber o quanto poupamos o ambiente ao preferir a bimby e vários bicos de fogão a trabalhar ao mesmo tempo para fazer uma sopa e um prato principal completo, que é possível fazer na bimby. Portanto menos impacte ambiental e mais seres felizes na Terra, já que ainda é uma poupança considerável.

 Usar uma bimby é mais sustentável + o robot de cozinha mais sustentável + blogue português de sustentabilidade e combate ao desperdício + Terra Chama Telma + Telma Henriques Ribeiro

  • limpa-se sozinha e rápido.

       No máximo a bimby leva cerca de 14 minutos a limpar-se com água e duas gotas de detergente para começar a efectuar o próximo passo. Isto na pior hipótese, porque se for para fazer um simples sumo, leva muito poucos minutos. Nós o que fazemos entretanto? O que quiserem, mas não têm que gastar as unhas a lavar à mão, nem esperar que a máquina da loiça lave (se bem que se quiserem, também podem usar a máquina da loiça para a lavar). Para mim, que detesto lavar a loiça, é um ponto importante!

  • cozinha sozinha.

       Acordam e pensam que querem um arroz doce para sobremesa para o almoço, mas o dia já está muito preenchido e não vão ter tempo de o fazer. Uma chatice para quem faz arroz doce num tacho e tem que o mexer por um longo período de tempo. No entanto, não é de todo um problema que tenham ao ter uma bimby que vos pede cerca de 10minutos de preparação e faz o teu arroz doce numa hora, a trabalhar para ti, enquanto tu fazes o que tiveres a fazer.

  • tem inúmeras receitas e a quantidade aumenta a cada mês.

       Todos os meses as receitas aumentam e com frequência são actualizadas as já existentes na plataforma cookidoo. Esta plataforma é paga à parte, mas quando comprada a bimby é possível ter acesso algum tempo para testar a aplicação, que pode ser usada na máquina ou confortavelmente usando o seu telemóvel ou tablet.

 Usar uma bimby é mais sustentável + o robot de cozinha mais sustentável + blogue português de sustentabilidade e combate ao desperdício + Terra Chama Telma + Telma Henriques Ribeiro

  • tem a cookidoo.

       Como referi, a aplicação é paga à parte, mas vale muito a pena, já que o valor anual não é muito elevado, tendo em conta os benefícios que traz. Além das receitas e da actualização constante, ainda dá para fazer um plano do menu semanal ou mensal e ao mesmo tempo inserir na lista de compras. No final, basta conferir o que se tem em casa e numa ida às compras não será necessário comprar ingredientes a mais do que o que se vai utilizar, portanto ajuda a prevenir o desperdício alimentar.

  • ajuda a combater o desperdício, pelo que a bimby é mais sustentável.

       Além de ajudar a combater o desperdício alimentar, através da cookidoo com o planeamento das refeições e das compras, também faz com que deixe de ser necessário comprar determinados produtos específicos e fazer somente a quantidade que vamos gastar. Por exemplo, podem fazer leites vegetais, manteiga de amendoim, e muito, muito mais. Aliás, imaginam que não usaram a app quando foram às compras e se esqueceram de comprar a maionese ou o molho bechamel, a bimby dá-vos a receitas e são duas opções com ingredientes que com certeza devem ter em casa normalmente. Estes dois exemplos não foram dados ao acaso, já que são produtos que deixamos de comprar com embalagem cá em casa, além de pouparmos o desperdício da embalagem, ainda poupamos o próprio alimento, já que fazemos a quantidade que vamos consumir e nada mais.

  • dá-nos mais tempo.

       O tempo que estaríamos a mexer o arroz doce (eu amo arroz doce, acho que já repararam!), podemos aproveitar para ver um filme, pôr-nos a par das notícias ou mesmo fazer scroll nas redes sociais a saber novidades dos amigos e do mundo. Tempo é dinheiro por isso quando pensarem que a bimby é cara, porque o é, pensem no que poupam em tempo nas vossas vidas.

Usar uma bimby é mais sustentável? Sem dúvida que sim!

       Para concluir, é como referi de início: só não digo que a bimby foi um excelente investimento, porque optámos por pagar em parcelas (para custar menos psicologicamente) e ainda a estamos a pagar, porque a bimby está a ser e é um excelente investimento! Para além disto, não posso deixar de referir que, com o passar do tempo, vão conseguir reaver o dinheiro que investiram no robot. Eu raramente compro bebidas cá para casa, porque a bimby faz sumos naturais e bem bons. Agora cá por casa bebemos muito mais limonadas, sumos de laranja e outros mais diferentes do usual, que além de mais barato é mais saudável. Por outro lado, ajuda a fazer doces e licores para fazer ofertas no Natal ou na Páscoa, por exemplo, entre tantas outras possibilidades.

 

Observação: Não me importava mesmo nada, e gostaria muito que esta publicação fosse patrocinada, porque a escrevia ainda com mais gosto, mas não é verdade. Partilhei sem receber absolutamente nada, é como referi, ainda a pagamos mensalmente e vai continuar por largos meses…

Terra Chama Telma + blogue português sobre sustentabilidade e combate ao desperdício

Se gostaste do artigo, segue as redes sociais: facebook e instagram.
E claro, caso queiras ler mais, então não te esqueças de partilhar o artigo e/ou comentar com a tua opinião.
Recomendo que leias também: